Os momentos grávidos da nossa vida

É Mário Sérgio Cortella, filósofo e escritor brasileiro, que cita a frase a seguir na sua obra “Pensar nos faz bem!”, dita por Santo Agostinho (Teólogo, Séc. V): “Quando dois presos olham pelas grades do lado de fora, um deles olha a lama no chão e o outro olha as estrelas”. E diz o escritor:Continuar lendo “Os momentos grávidos da nossa vida”

Santo Agostinho: Deus reformou minhas deformidades!

Este ano a memória litúrgica da vida de Santo Agostinho cai no Domingo, Dia do Senhor, 28 de agosto, e nesse caso a prioridade é a liturgia dominical, a memória da Ressurreição de Jesus, a nossa páscoa semanal. Porém, isto não impede de ser ressaltada a força da ressurreição na vida do jovem Agostinho deContinuar lendo “Santo Agostinho: Deus reformou minhas deformidades!”

A oração deve dilatar o homem ao horizonte de Deus

A Comunidade Trinitária é verdadeiramente mistério, realidade que supera absolutamente toda compreensão humana. Deus jamais deixará de causar a admiração do homem, nunca homem algum penetrará na terra de Deus se não estiver disposto a se desarraigar, com Abraão (Gn 12,1), das fronteiras de suas limitações e da estreiteza de suas seguranças. A oração nãoContinuar lendo “A oração deve dilatar o homem ao horizonte de Deus”

A felicidade é a vida construída sobre a rocha!!

Eis um tema tão explorado em nossos dias mais do que nunca, a felicidade. Não se ignora que a felicidade seja um anseio existencial, um desejo da alma, uma inquietação e uma procura concernentes à condição humana. Todos queremos a felicidade e a procuramos em caminhos diversos, por isso damos tantos nomes para o queContinuar lendo “A felicidade é a vida construída sobre a rocha!!”

Jesus nos revelou que Deus existe, e é Pai

“Vincular a ética à fé na existência de Deus” não é por assim dizer “um absurdo”, desde que seja refletida na perspectiva de que pensou Agostinho de Hipona. Para este Padre da Igreja da Idade Antiga – influenciado pela “transcendência” de Platão, melhor falando, pelo mundo das ideias, no qual acontece o encontro com aquiloContinuar lendo “Jesus nos revelou que Deus existe, e é Pai”

Hoje é o começo de uma vida nova!

Uma das cartas do “Vorazmente Teu” do C.S. Lewis conta numa parábola como Satanás examina os jovens demônios aprendizes sobre os seus planos para conquistar almas para o Reino das Trevas. O primeiro aprendiz conta que tem o plano de dizer às pessoas que não há Deus e que por isso podem fazer o queContinuar lendo “Hoje é o começo de uma vida nova!”

O Amor sempre faz com que o outro tenha vida!

“O Deus que te criou sem a tua permissão não te salvará sem a tua colaboração” (Santo Agostinho). Só vai longe quem já descobriu que a vida é uma longa estrada de pequenas e grandes escolhas. Se Deus “permite” que você vacile em alguma fraqueza, não é porque o abandonou, ao contrário, Ele está fortalecendo-oContinuar lendo “O Amor sempre faz com que o outro tenha vida!”

Tocaste-me o coração com tua palavra, e comecei a amar-te!

Estamos concluindo o mês das vocações e, providencialmente, a Igreja celebra Santo Agostinho no dia 28 de agosto. Eis um dos grandes testemunhos de conversão, fruto da ação de Deus, que é “fonte de toda misericórdia e que converte os homens pelos caminhos mais estranhos” (Confissões, 9ª Ed. Livro IV,4,7). Foi no seu “caminho estranho”Continuar lendo “Tocaste-me o coração com tua palavra, e comecei a amar-te!”

A voz da casa vizinha na minha vida!

No livro Confissões, clássico de Santo Agostinho, estão as mais belas e profundas expressões referentes à sua experiência de conversão a partir do contato com a Palavra de Deus. Agostinho conta que, embora já em processo de visita de Deus na sua vida, vivia atormentado com suas fraquezas, com seus pecados. Queria o novo, masContinuar lendo “A voz da casa vizinha na minha vida!”

Deus nos livre desse engano mortal!

A heresia de Donato (Donatismo, Séc. IV) caracterizava-se por pregar uma Igreja pura, opondo-se assim à aceitação de uma Igreja de pecadores. Agostinho de Hipona foi contra a posição de Donato ao afirmar que a Igreja é de santos e pecadores. A teoria de Donato tinha grande ressonância em outras comunidades cristãs. Para o velhoContinuar lendo “Deus nos livre desse engano mortal!”