Não tem preço o bem que queremos aos amigos

Não se aprende a contar o número de amigos, mas a amá-los, porque cada autêntica amizade é uma experiência única, uma dádiva, uma vida que passa a existir significativamente aqui dentro de nós. As Sagradas Escrituras dão testemunho que são poucos os amigos, mas eles, além de dom, são promessas escatológicas, ou seja, antecipam emContinuar lendo “Não tem preço o bem que queremos aos amigos”

Homem nenhum merece suas lágrimas…

Rossana Brasil Kopf  Na minha opinião, a decepção é o sentimento mais amargo que uma pessoa pode sofrer.  Ele só não fere mais que a tristeza. Aliás, a tristeza é o pior dos sentimentos. Primeiro porque o próprio nome a delata; e, segundo, porque se trata de um sentimento composto de ingredientes, o qual aContinuar lendo “Homem nenhum merece suas lágrimas…”

Que as fraquezas dos nossos amigos não nos desanimem!

As pessoas podem não saber expressarem o cultivo e a presença, mas elas nunca esquecem aqueles que imprimiram nelas experiências autênticas, quem as amaram. Por outro lado, construir relacionamentos é sempre um risco necessário e vital! Mas, uma vez vivendo suas consequências desconfortáveis não queiramos resolver os problemas da vida dos amigos ou mesmo assumi-losContinuar lendo “Que as fraquezas dos nossos amigos não nos desanimem!”

Namoro à distância, é possível?

Uma pessoa me escreveu nesses dias passados e me fez esta pergunta: “Antonio Marcos, gostaria que você me respondesse: é possível um relacionamento – namoro – à distância?.” Eu comecei dizendo que sim, claro que é possível, sem dúvida! No entanto, existem algumas vírgulas que precisam ser postas na questão. Falo aqui pressupondo que sejaContinuar lendo “Namoro à distância, é possível?”

Só se desenvolve quem se envolve!

Há alguns dias escutei essa expressão e que não me saiu mais da cabeça: “Só se desenvolve quem se envolve!”. Isto vale para todas as realidades nas quais está inserida a nossa vida, sem dúvida. Mas aqui quero situá-la dentro do aspecto do relacionamento, de forma particular, o namoro e o casamento. Penso que éContinuar lendo “Só se desenvolve quem se envolve!”