A maturidade não vem de livros e cursos, mas do ressignificado das experiências

A família e a nossa história, com dores e alegrias, não são sentença de infelicidade. Tudo dependerá da nossa capacidade de dar um novo significado às nossas experiências. Muitos levam um bom tempo para aprenderem o básico e o fundamental da vida. Diante de algumas atitudes alguns afirmam  – e até acusam – que éContinuar lendo “A maturidade não vem de livros e cursos, mas do ressignificado das experiências”

Viver a difícil liberdade

Nestes nossos dias muito se fala de liberdade, seja de expressão,  de opinião,  sexual, afetiva ou financeira. Tudo respira liberdade e ai de quem a ela se opõe ou dá sinais de resistência.  Somos livres e pronto, é o grito de guerra quase que inconsciente! Não sei exatamente como refediniria Sartre, o filósofo,  quando disseContinuar lendo “Viver a difícil liberdade”

Deus continua sendo seu Deus apesar de tudo

“Pai, em tuas mãos entrego meu espírito”. É fácil entender a reação de Lucas. O grito angustioso de Jesus, queixando-se a Deus por causa do seu abandono, torna-se duro para ele. Marcos não tivera nenhum problema em pô-lo na boca de Jesus (“Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?”), mas talvez alguns o pudessemContinuar lendo “Deus continua sendo seu Deus apesar de tudo”

Não leve em conta os meus gritos e revoltas

O caminho da identificação com Cristo não se faz apenas nos momentos de alegria, é preciso que toquemos o fundo do cálice que nos é oferecido para beber. “Podeis beber o cálice?”, pergunta Jesus a Tiago e a João. “Podemos”, foi a resposta.  Hoje biblistas nos dizem que eles provavelmente não se deram conta deContinuar lendo “Não leve em conta os meus gritos e revoltas”

Jesus nos revelou que Deus existe, e é Pai

“Vincular a ética à fé na existência de Deus” não é por assim dizer “um absurdo”, desde que seja refletida na perspectiva de que pensou Agostinho de Hipona. Para este Padre da Igreja da Idade Antiga – influenciado pela “transcendência” de Platão, melhor falando, pelo mundo das ideias, no qual acontece o encontro com aquiloContinuar lendo “Jesus nos revelou que Deus existe, e é Pai”

Dai-nos, por vossa graça, viver de tal modo!

É bem certo que todos nós, de alguma forma, no ontem ou no hoje, tenhamos convivido com algum tipo de “divórcio”. Evidentemente falo aqui do “divórcio interior”, das divisões do coração, do desfacelamento de nossa inteireza de vida, da desorientação de nossas ideias e até do afrouxamento de nossas convicções e propósitos. Claro, o divórcioContinuar lendo “Dai-nos, por vossa graça, viver de tal modo!”

Deus nunca quer anular a liberdade do homem!

Sr. Cardeal Raztinger, muitos têm dúvidas quando pensam na ação de Deus e na ação do Homem no mundo: será que o mundo foi realmente redimido? Será que ainda se pode chamar anos de salvação aos anos depois de Cristo? Julgo que em relação a essas questões, é preciso começar por dizer que a salvação,Continuar lendo “Deus nunca quer anular a liberdade do homem!”

Viver longe de nossa origem é viver longe de nós mesmos!

Transcrevo aqui uma parte das belas e profundas palavras do Santo Padre, Bento XVI, tiradas do seu livro “Jesus de Nazaré”, correspondentes ao Evangelho deste XXIV Domingo do Tempo Comum (Lc 15,1-32), especificamente a Parábola do Filho Pródigo. Encontramos lá, em primeiro lugar, a figura di filho pródigo, mas logo no princípio vemos também aContinuar lendo “Viver longe de nossa origem é viver longe de nós mesmos!”

Só o amor nos faz perceber a luz no outro

Estamos diante de um contexto cultural em que temos que nos esforçar para “pensar”, se assim o quisermos viver na luz dos valores que evidenciam a dignidade humana. É verdade que as circunstâncias e muitos acontecimentos poluem a mente e a concentração. Como diz a linguagem administrativa: “Temos que gerenciar o nosso pensamento”. Quando organizamosContinuar lendo “Só o amor nos faz perceber a luz no outro”