A vivência da caridade

“Quando deres uma festa convida os pobres (…). Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos” (Lc 14, 14). Jesus fala da fundamental vocação à caridade e à gratuidade cristã, sobretudo para com os mais necessitados. É inegável a percepção do sentido do texto. Porém,Continuar lendo “A vivência da caridade”

Os olhos do amor

O amor é cego? Pois é, a gente costuma dizer que a caridade em nós não deve olhar a quem é praticada, que devemos viver a gratuidade do amor sem esperar algo em troca ou que podemos amar uma pessoa sem se importar com os seus erros e “ofensas”. Isto tem o seu lado positivoContinuar lendo “Os olhos do amor”

Apesar da fragilidade da minha fé…

RENASCER 2011: DEUS É A FELICIDADE! A Santa Missa do 1º dia do Renascer (Fortaleza) foi um momento no qual, de forma especial, todos nós pudemos mais intensamente suplicar a Deus pela nossa cura interior, seja espiritual ou psíquica, e também física. Antes da benção final o Santíssimo Sacramento passou entre os presentes no ginásioContinuar lendo “Apesar da fragilidade da minha fé…”

A ave e seus filhotes

Escritor Wayne Jacobsen Esta história se deu certa tarde do lado de fora das muralhas da antiga cidade de Jerusalém. Um grupo de bombeiros estava verificando alguns focos remanescentes depois de controlar um incêndio florestal. Enquanto caminhavam e meio à paisagem enegrecida, entre colunas de fumaça ainda surgindo da vegetação queimada, algo volumoso no caminhoContinuar lendo “A ave e seus filhotes”

Não somos filhos do determinismo de Freud

A Pessoa é dom gratuito do amor de Deus. A palavra “gratuidade” tem suas raízes gregas e decorre de “gratidão” (ação de graças / eucaristia). Portanto, o “dar de graça”, exatamente porque tudo “começa no existir”, não é roubar o que a pessoa tem de especial, mas é reconhecer que ela é digna do respeitoContinuar lendo “Não somos filhos do determinismo de Freud”