Santo Agostinho: Deus reformou minhas deformidades!

Este ano a memória litúrgica da vida de Santo Agostinho cai no Domingo, Dia do Senhor, 28 de agosto, e nesse caso a prioridade é a liturgia dominical, a memória da Ressurreição de Jesus, a nossa páscoa semanal. Porém, isto não impede de ser ressaltada a força da ressurreição na vida do jovem Agostinho deContinuar lendo “Santo Agostinho: Deus reformou minhas deformidades!”

Deus é quem faz resplandecer a verdadeira beleza do corpo

PARTE 2 – Esta publicação faz parte do que chamo “pequenas partilhas” (a partir de minhas anotações), do Curso aos Jovens sobre Teologia do Corpo (baseado na Teologia e vida de João Paulo II), ministrado no RENASCER 2011, por Meyr Andrade (Consagrada na CVSh, Missionária na Diaconia Geral Shalom). Dizíamos como conclusão de nossa primeiraContinuar lendo “Deus é quem faz resplandecer a verdadeira beleza do corpo”

Deus é a mais Bela Arte chamada amor e misericórdia!

Recebi por e-mail esta imagem (ao lado) tirada do desenho original, feito exclusivamente para mim por uma linda criança, o qual me deixou muito feliz. As crianças estreitam nossa comunicação com Deus, principalmente quando se expressam. Lembrei também da “minha arte” e das expressões da vida de uma pessoa! Quando há amor, elas nascem espontaneamente,Continuar lendo “Deus é a mais Bela Arte chamada amor e misericórdia!”

A amizade impede que a vida se fossilize

Cada um de nós tem consigo testemunhos luminosos e contagiantes da beleza de amizades que vivemos ou que tenhamos vividos. Certamente sempre existem as marcas indeléveis de vidas que construíram história dentro de nós. Ainda que não estejam mais ao alcance de nosso convívio não signifique que vivamos um saudosismo, mas que somos de certaContinuar lendo “A amizade impede que a vida se fossilize”

Que a Sagrada Escritura seja para ti como os teus colares e brincos!

“Toda a vida de Jerônimo se distingue por um amor apaixonado pelas Escrituras, um amor que ele sempre procurou despertar nos fiéis: ‘Ama a Sagrada Escritura e a sabedoria amar-te-á; ama-a ternamente e ela guardar-te-á; honra-a a receberás as suas carícias. Que ela seja para ti como os teus colares e brincos’ (Ep. 130,20). EContinuar lendo “Que a Sagrada Escritura seja para ti como os teus colares e brincos!”

O sol é a honra do céu, mas tua lei o é muito mais, Senhor.

A beleza é apresentada pelo teólogo Ratzinger (Papa Bento XVI) enquanto coerência. Já os antigos filósofos sentiam a coerência do mundo como uma indicação da presença de uma inteligência na organização do mundo As ciências contemporâneas pressupõem também uma coerência. A ordem do mundo é atribuída pelo crente a uma causa livre e bela (1).Continuar lendo “O sol é a honra do céu, mas tua lei o é muito mais, Senhor.”

“Viver ficando” nos esteriliza do amor!

Falar da experiência do “ficar” como um modo diferente de viver a relação amorosa e até visto por alguns como preparação para o namoro, parece dividir opiniões entre jovens e até pais. Falar o contrário, discordar de que seja algo bom parece ser digno de descrédito, exatamente por ser algo tão comum em nossos dias.Continuar lendo ““Viver ficando” nos esteriliza do amor!”

Os jovens buscam a beleza no amor

A vocação para o amor é obviamente o elemento de contato mais estreito com os jovens. Como sacerdote me conscientizei disso bem cedo. Sentia como que um impulso interior nesta direção. É preciso preparar os jovens para o matrimônio, é preciso ensinar-lhes o amor. O amor não é uma coisa que se aprende, e todaviaContinuar lendo “Os jovens buscam a beleza no amor”

Tu te tornas aquilo que contemplas!

Diante da beleza dos espaços sagrados somos envolvidos no mistério, recordamos que somos a mais bela de todas as obras e nos maravilhamos com a beleza da vida de Deus em nós. Deus nos escolheu como morada porque nos ama, simplesmente porque nos ama. Quando o nosso espaço está manchado pelo pecado, é a suaContinuar lendo “Tu te tornas aquilo que contemplas!”

A pessoa boa sempre reluz, vibra, conquista e atrai!

O Bom conduz à Verdade. Quando estamos em dúvida se uma coisa é verdadeira ou não, mas sabemos que é boa, podemos concluir que é verdadeira. O caçador, que saiu com um amigo para caçar, perde de vista o amigo. Vê a um certo momento a moita se mexer. Prepara-se para atirar. Ele se dáContinuar lendo “A pessoa boa sempre reluz, vibra, conquista e atrai!”