O sentido do conteúdo que nos alcança diariamente

Os dias fazem saltar sobre nós a avalanche dos fatos e das notícias que nos sufocam pelo volume e velocidade, muitas vezes! Além de todas as nossas tarefas e responsabilidades, além daquilo que precisamos digerir, processar, entender e comunicar, necessário se faz permitir que a mente e o coração respirem, não sejam adormecidos pela fadiga.

Nem sempre a vivacidade é sinônimo de interação e inteireza com os contextos que perpassam a nossa vida. Há barulhos e vazios em tantos alardes. Há sentido e preenchimento em muitos silêncios. Mais do que ter tantas informações, melhor seria encontrar as entrelinhas e o sentido do conteúdo que nos alcança diariamente.

Já não podemos decifrar, muitos menos julgar os pensamentos e reações das pessoas, embora seja inevitável o desconforto com quem banaliza a verdade e não sabe diferenciar o virtuoso do “vicioso”. Os dias pedem sensatez para entendermos antes de comunicar, visto que as pessoas selecionam o que querem ouvir e entender. O pior é que o não selecionado se torna potencial ao descarte, descaracterizado de qualquer valor e sentido.

Nunca nos faltará a avalanche de informações de que dispomos hoje. Há riqueza de conteúdo e há pobreza de espírito. O coração e a mente precisam do essencial, não de apenas informações que não ajudam e não plenificam. Sejamos pessoas portadoras do bem e aprendamos a comunicar o que dignifica aos outros.

Por Antonio Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: