2018 e as estações da nossa vida!

Ganhar e Perder – como diz o título de uma obra de dois escritores brasileiros – são contextos que estão nas estações da vida, como esteve na minha vida em 2018! Contabilizamos, sobretudo, as muitas coisas boas vividas, superadas e conquistadas, apesar das estações ruins. Como costumo dizer: é vida que segue! Não é preciso querer entender tudo o que nos aconteceu e jamais disfarçar o que doeu, o que se rompeu, mas é preciso ter coragem para admitir erros, enfrentar suas sombras e trabalhar pacientemente pra ser uma pessoa melhor daqui pra frente.

É preciso coragem para olhar para dentro de si, enxergar suas virtudes, valores e o que foi integrado, o que retornou. É preciso perceber a riqueza interior e admitir que a maior coragem é a do recomeço, entendendo que “após a estação das lágrimas, vem a estação da reconstrução e o ciclo continua!” Saber continuar, mesmo muitas vezes machucados, e recomeçar com o entusiamo que pede a vida é o que nos diferencia de muita gente. Quem não aprende com a dor e não sabe dar a ela um significado vai viver suas alegrias com superficialidade e mesquinhez. Nunca esqueça de ter um pouco mais de amor próprio e que a sua vida seja uma oferta generosa para que os outros sejam melhores!

A  busca pelo essencial da vida não termina com o final de um ciclo, como diz o princípio da filosofia. E tudo isso precisa ser feito com consciência, perdão, liberdade interior, gratidão por cada coisa vivida e não vivida. Não deixe ninguém preso dentro de si por sentimentos não superados, não trabalhados e não ressignificados. Não se sufoque pelo que ainda não foi conquistado! Quando chegamos a uma nova estação vemos que estamos mais fortes!  Sim, tudo o que foi vivido valeu a pena, ganhos e perdas, dores e alegrias, porque a nossa dignidade e alma são maiores do que qualquer contexto na vida.

Quanta coisa boa em 2018! Quantas alegrias e conquistas! Aprendi de uma vez por todas a linguagem da gratidão a Deus e aos outros! E agora estou preparado, mais do que nunca, pra ir adiante e é indispensável viver na estação da esperança. E sendo Deus bom tudo o que vem d’Ele há de nos edificar!

“As bondades do Senhor, elas não terminaram! As Suas ternuras não se esgotaram! Renovam-se a cada manhã! Grande é o Teu amor!” (Lm 3,21-28).

Novo ciclo, nova estação. Feliz ano de 2019!

Antonio Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: