Quando a nossa “verdade de vida” é sacudida

Ao longo de um tempo de caminhada já vi muita gente insistir com a própria consciência de que esta é a “sua verdade”. Os fatos e as etapas da vida, muitas delas dolorosas, são responsáveis por alimentar e sustentar a referência dos seus próprios limites e impossibilidades. No entanto, este é um grande equívoco na vida.

Se nos faltam pessoas que possam nos orientar, é certo que uma boa leitura, a sensibilidade dos sentidos e o mínimo esforço para refletir a vida podem muito ajudar. Toda hora nos vemos no casulo, mas nele não se permanece para sempre. Há gestações contínuas, independente dos fatos, sobretudo quando nos referimos às pessoas de fé madura. A falta de referência, o nosso comodismo humano e espiritual pode nos aniquilar. Temos um grande potencial dentro de nós. Não precisamos de grandes ações, de bonitas palavras ou daquele esforço exagerado para aparecer. Precisamos do encontro consigo, da internalização da essência de nossa dignidade, assim como da reflexão das situações, acreditando que podemos dar um novo rumo a qualquer situação.

Gosto muito da presença de Jesus entre os Samaritanos. Uma mulher chegou para tirar água, não queria outra coisa. Sua vida anônima com “seus maridos” era algo íntimo e não cabia a ninguém (cf. Jo 4,1-25). Havia uma “verdade de vida” que seria sacudida de forma surpreendente no diálogo com Jesus. Queremos muito algo que mate a nossa sede e somos impactados quando descobrimos que existe uma água melhor: “Dá-me dessa água, Senhor!” Jesus não acusou, mas soube penetrar na verdade daquela mulher, que desnudou a alma, mas se deixou amar e teve sua vida transformada.

Antonio Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: