Maria, mulher de dor e amor, permanece conosco nas nossas esperas

Precisamos e muito aprender contigo, Maria de Nazaré, nossa Mãezinha, a fazer silêncio na hora que o coração é visitado pela confusão dos fatos, a chorar na hora da dor, a sofrer sem desespero, a acreditar quando tudo diz o contrário… Precisamos aprender contigo a contemplar, porque os sentidos nos enganam quando chega a prova da fé. Só a oração nos leva para além do que vemos… Só a oração e a fé confiantes nos deixam de pé diante de toda e qualquer barbárie contra a esperança. Já é Sábado, Mãezinha, e te pergunto: como está o Teu coração? Como está o coração do apóstolo João? Como está o meu coração? Ajuda-nos a viver os nossos “sábados existenciais”, as nossas noites escuras, as nossas perdas, a nossa Paixão. Já é Sábado na vida da Igreja e é contigo que aprendemos a fazer dele um dia de esperança. A morte não tem a última Palavra, mas a misericórdia de Deus. Vem, Mãezinha, queremos ser “João” a permanecer contigo. O Terceiro Dia virá para nós, porque no Teu coração, ele já é realidade. Permanece conosco nas nossas esperas, Maria de Nazaré, Mãe do consolo, mulher de dor e amor, de fé e esperança… Obrigado por Tua maternidade na vida da Igreja, na minha vida. Contigo quero esperar aquela feliz manhã de Domingo… 

Antonio Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: