A capacidade de recomeçar!

O estresse e a agitação de que falarei aqui não sãos os mesmos de Marta, por ocasião da visita de Jesus à casa de suas amigas, em Betânia, mas dessas ações e reações no que dizem respeito ao passado. Ninguém nega o que os especialistas têm dito a toda hora, de que os consultórios estão cheios de pessoas com doenças psíquicas, emocionais e, o mais lamentável é que muitas dessas doenças se resolveriam se essas pessoas tivessem alguém que as escutasse. Conheço diversas histórias de pessoas que marcaram e pagaram a consulta com um especialista unicamente para conversarem. Na relação com o Sacramento da Penitência segue a mesma coisa: as pessoas querem mais conversar do que confessar!

Partes dessas doenças podem receber o nome de solidão, frustração afetiva, fracassos e a falta de perdão. O sofrimento presente numa maioria consiste no fato de olharem os acontecimentos passados como “um rio congelado”, ou seja, a única coisa que conseguem extrair de lá é o sentimento de condenação por estes e aqueles erros cometidos. Já o “fio de ouro da existência humana” vem nos dizer que este rio não está congelado, porque a graça de Deus, mediante a nossa colaboração pode dar outro significado ao passado. Quando isso não acontece é porque, certamente, estamos sendo sufocados por este contexto que exige de nós altíssimos padrões de beleza, de intelectualidade, de condiçoes financeiras e, inclusive, relacionais etc. Daí que quando chegam o erro e o fracasso somos tentados a ficarmos somente a lamentar, a curtir o nosso arraso e não mais encontrarmos forças para o recomeço. Deus não nos trata assim, aliás, “não nos trata como exigem nossas faltas” e só pede a disposição sincera para recomeçarmos arrependidos e entusiamados com o que o Amor d’Ele pode fazer em nós, “brotar novos galhos de uma árvore ressequida!”

Por que se estressar com o passado? O que, na verdade, posso fazer é construir uma coisa nova em cima dos erros do passado. Isso eu posso e devo fazer porque Deus me criou no seu amor e este amor continua operante! Têm coisas, fatos e lembranças que “não posso mudar”, tudo bem, mas posso dar um novo sentido! No entanto, é uma necessidade vital de que tenho que aprender com meus erros e, apesar dos limites e fraquezas, seguir adiante, não se entregar ao fracasso. Percebo que às vezes olhamos demais para a nossa casa, vendo os entulhos que colocamos nela, e esquecemos-nos de olhar o alicerce, o dom que somos, o entusiasmo de Deus por nós e o seu projeto de felicidade. A capacidade de recomeçar é um extraordinário dom de Deus, é constitutivo de nossa natureza humana. Temos o Evangelho e a graça de Deus, temos a fé e os irmãos, temos a esperança e a consciência, então vamos para frente, pois, tudo passa, só Deus permanece!

Antonio Marcos

Um comentário em “A capacidade de recomeçar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: