Sinceramente, eu não entendo!


Usar o púlpito para atacar não é sabedoria, mas burrice, autoritarismo e desperdício de um tempo tão importante para se falar da beleza da Palavra de Deus, do próprio amor de Deus e de sua misericórdia. Parece comum encontrarmos aqui e acolá alguns dos nossos queridos sacerdotes usando púlpito para “queimar” e humilhar os nossos irmãos Espíritas, Testemunhas de Jeová, Igreja Universal e adeptos das expressões de fé afro-descendentes. Será mesmo que ainda há espaço para esse tipo de atitude, principalmente por parte de quem recebeu o ofício de aproximar as pessoas da palavra de Deus e da acolhida às diferenças? Penso que não!
Passou o tempo de “Cristandade”, ou seja, o tempo em que todos eram católicos ou, pelo menos, faziam as obrigações e tradições religiosas, embora sem compromisso de mudança interior. Evidentemente não falo da relativização da verdade e da banalização das nossas convicções de Fé. Sou católico e creio no que minha Igreja ensina, na comunhão com a Santa Tradição, no fundamento da Palavra de Deus e de todos os irmãos de fé, mas, no entanto, não tenho o direito de outorgar a mim mesmo a posse da verdade, ao ponto de ridicularizar os outros, de condená-los. Os evangélicos, há 20 anos, faziam isto no Brasil e esperavam que hoje o Brasil inteiro seria Evangélico. A imagem de Nossa Senhora Aparecida é chutada em pleno canal de televisão de rede nacional e os católicos, justamente, se sentiram ofendidos, mas nada, absolutamente nada disso pode nos fazer passar para o lado da agressão, dos ataques e da baixeza espiritual. Temos a beleza da fé católica e todos os meios de salvação, portanto, a semente do Verbo está em outras religiões e o amor, somente o amor pode nos unir.
Não ataquemos os outros, mas respeitemos suas convicções. O testemunho alegre é a melhor forma de conquistar alguém para a verdade e jamais pelo proselitismo ou pela ridicularização do outro, pelo fato de pensar e crer diferente de mim. Quando isso acontece, principalmente do púlpito de nossas igrejas, sinceramente, eu não entendo!
Antonio Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: